sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Dos meus momentos....


Gosto. Gosto muito. Desta vista e de outras vistas. Que me levam e trazem pensamentos. Uns bons e outros maus e outros assim a assim... 
Gosto ainda mais de me sentar naquele muro, mesmo ali onde nasce o desejo de voar e ir mais longe. voar, voar, voar... e aterrar ali. Exactamente ali. Onde quero e não devo. Onde não quero mas devia. Onde o vento me levar. Voar, voar, voar... bater asas livremente... Sim!!! Ser livre porque amo, porque amei e porque sei que vou amar... 
E gosto mais ainda de poder dizer ao mundo e ouvir  no coração, o eco do que digo. E de ter a certeza que o que digo nada mais é do que o que sinto. E abro as asas. E voo alto. Bem alto. E de lá, quase, quase a tocar o céu... grito!!! Não quero que o mundo responda e muito menos que me ouça. Quero apenas que as asas que são minhas, levem presas o grito que te chega ao coração. 
É simples. 
               É claro. 
                          É verdadeiro.
                                                                     É amor.
É humilde. 
             É tudo. 
                          É livre. 
                                                                     É amor. 
É querer. 
             É sentido.
                         É viver.
                                                                    É amor...   

4 comentários:

Luís Freitas disse...

Está bonito =)

PorqueacreditoNoAmor disse...

é, sobretudo, sentido :-)

Luís Freitas disse...

Os sentidos são os que saem melhor, postei um no meu blog também muito sentido, talvez gostes =)

Carlos A.P.Ramos disse...

Gostei - muito!