domingo, 23 de novembro de 2008

Onde está o verdadeiro significado do Natal?

Desde muito cedo, século III, que se fazem visitas a Belém, ao local onde, supostamente, Jesus nasceu.
A tradição dos presépios é longa, contudo, cada vez mais parece cair no esquecimento.
As luzinhas de natal cada vez se acendem mais cedo, o comércio aumenta signicativamente e os centros comerciais tornam-se insuportáveis.
Os enfeites de natal surgem... com muita iluminação, muitas bolas, com o Pai Natal... mas, onde estão José, Maria e o Menino? Gostava de acreditar que ainda são poucos os presépios que se vêm por aí porque afinal de contas falta mais de um mês para o Natal!
Em muitas casas, o presépio tem vindo a ser substituído pela árvore de natal... e porque não associar as duas coisas?
Afinal de contas, o que celebramos no dia 25 de Dezembro é o nascimento do Menino Jesus! Não é o consumismo!

3 comentários:

Anitah disse...

O Natal, cada vez mais, é puro consumismo...

Ninguem pensa na sua origem mas sim nas prendas q irao dar a familia e amigos....

Cabe-nos a nós, que ainda sabemos o q é o Natal, faze-lo surgir de entre todo esse aparato sem sentido q dizem ser "O Natal"...

:)

Feliz Natal para os q sabem o q realmente isso significa... e para os outros tambem :P

Anónimo disse...

Eu adoro o Natal!!!!
E concordo plenamente com o facto de que para a maioria das pessoas o Natal é sinónimo de prendas, prendas e mais prendas...
Em minha casa, apesar da familia ser pequena, vive-se o Natal como em muitas outras, com enfeites, com luzinhas, com bolas e com a famosa arvore de natal... Mas sem esquecer o mais importante: o presépio! Aliás, faço mesmo questão de que cada um dos meus filhos tenha no seu quarto a sagrada familia, para que percebam que para além dos desejados presentes, inevitáveis, o Natal é Amor, é Paz, é Jesus... E que isso sim é o importante.
Por isso, se isso a pode alegrar de certa forma, em minha casa o presépio existe e é fundamental...
AS

Storyteller disse...

Na minha casa sempre houve a tradição do Presépio e da árvore de Natal, sempre em harmonia.
Para mim, a árvore de Natal representa que, mesmo no Inverno, ainda há vida e luz, apesar da escuridão e do inóspito frio.
O Presépio, por seu lado, é que representa verdadeiramente o Natal e o significado do Natal. Afinal, estamos ou não a comemorar o nascimento do Redentor?
Presépios precisam-se, para mostrar ao Mundo quem é Cristo.