sábado, 1 de novembro de 2008

Pontes...

Serei mesmo uma das maiores "construtoras" de pontes que tu conheces?
Tenho algumas dúvidas...
Esta semana, fiz um exercício com os meus alunos: pedi que, ao som de um excerto musical, escrevessem uma história... o resultado foi arrepiante! se por um lado os alunos me disseram que gostaram muito de fazer este exercício porque tiveram oportunidade de pensar neles, por outro eu também tive.... E como isto me assusta! passo grande parte do meu dia rodeada de gente a tentar construir as pontes de que fala uma amiga minha. Mas nem sempre os pilares são resistentes e, à primeira dificuldade, lá vão eles por água a baixo... Por outro lado, reconheço que a minha capacidade de construtora restringe-se aos outros... As minhas pontes são muito mais dificeis de construir...
Os tempos não têm sido fáceis. o desânimo tem sido uma constante. e a falta de vontade para procurar alguém para conversar tem sido o meu "lema".
Não podendo ter por perto quem mais preciso, acabei por me fechar e dedicar-me à solidão.
Tenho tentado gritar por socorro... contudo, acho que grito em silêncio e não sou ouvida...

1 comentário:

Ricardo disse...

Apesar da solidão ser bom em alguns momentos da nossa vida, n podemos pensar nela...Por isso se quizeres sair dessa solidão tens sempre aqui um apio amigo que ja sabes apesar de as vezes ser "carraça", "melga" esta sempre bem disposto a judar os outros e tu n es excepção..Por isso conta cm o meu ombro amigo para poder construir umas dessa pontes para que possos passar cm seguranças se possivel fora dessa solidão...