sábado, 13 de junho de 2009

ESTADOS D'ALMA - XIV - o meu céu


E, depois de receber aquele (s) desejado abraço, nada melhor do que contemplar aquele céu que é meu... Aquele céu onde as estrelas brilham só para mim. Aquele céu que me faz sonhar e acreditar que estás ali. Aquele brilho das estrelas que reflecte o teu olhar. Onde te vejo, onde te sinto, onde quero que estejas comigo.... Onde quero chegar contigo...

5 comentários:

caranguejo disse...

Contemplar o céu….é sempre uma maneira de diminuir distancias e contemplar aquela estrela que é só nossa, e que o seu brilho apenas para nós transmite algo…

Beijo

Porque acredito no amor disse...

podes crer que transmite... não tenhas dúvidas disso....
Beijo grande

Anónimo disse...

Apesar de tudo ainda acredito no Amor...estou em plena sintonia em relação aos abraços...sinto o mesmo, por agora não há nada que mais me console que um abraço bem dado,com carinho, com energia, com amor...no fundo aquele teu abraço debaixo do teu céu. Como estou carente desses abraços.

Anónimo disse...

Olá, voltei para visualisar o teu céu e quero-te dizer que há momentos em que sentimos tanto a falta de alguém ( dono do abraço especial) que o que mais desejamos é tirá-lo do nosso pensamento e simplesmente abraçá-lo.
um beijo :)

__leaving_to_live__ disse...

O Ir. David dizia, em Taizé, o ano passado, que olhar para a Cruz de Jesus e rezar com sinceridade por alguém de quem gostamos muito é já ficarmos mais próximos dessa pessoa, sem pretensão de tal.
O céu também é uma âncora, embora seja infinito, para rezar, para se deixar seguir, com amor, confiança e sinceridade.