quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

O espelho...

Normalmente, é de vidro... Contudo, uma pessoa ou outra acaba por confundir um espelho com um ser semelhante a si próprio.
É bom que percebam que NÃO SOU ESPELHO DE NINGUÉM! da mesma maneira que tento não transportar para os outros aquelas que são as MINHAS frustrações, espero que tenham cuidado no mesmo sentido!
Sou como sou e tenho todo o direito a ser simplesmente... ASSIM!
Chega!
Tenho que dar razão a quem me disse que estava feliz com a fase por que eu estava a passar! Também estou feliz, porque finalmente estou a fazer pela MINHA vida e a deixar de pensar nos outros em primeiro lugar!
Chega de deixar de fazer aquilo que quero com quem quero! Só porque A, B ou C precisa disto ou daquilo! Basta!
Carente, Descrente ou Insensível...
Ninguém é obrigado a gostar!
Sei verdadeiramente com quem posso contar. Por quem movo montanhas, se for preciso, e que também move montanhas por mim!
Chega de me sentir ridícula! Porque o mundo não gira em torno dos outros! Como tem sido até aqui! Gira em torno de mim e daqueles que são verdadeiramente meus amigos!
Carente, Descrente, Insensível e... Agressiva!

4 comentários:

Storyteller disse...

Desculpa, mas... continuas sem conseguir dizer não!

Storyteller disse...

Podes estar, neste momento, tudo isso: Carente, Descrente, Insens+ivel e Agressiva. E ainda bem! Sabes porquê? Porque, pela primeira vez, parece-me a mim que estás a ser completametne verdadeira contigo mesma!
E apesar de me dares na cabeça e de eu não ligar nenhma... gosto muito de ti!

Porque acredito no amor disse...

Estás verdadeiramente enganada! Sei! Até já sei dizer mais umas quantas coisas! Agora SOU EU QUE ESTOU FELIZ POR ESTA FASE INTERMINÁVEL!

Porque acredito no amor disse...

Verdadeira comigo, por norma sou! Sofro é por fazer a vontade aos outros... até demais! e por fazer tudo pelos outros e ser acusada, por isso, de querer lugares de destaque! se os outros não sabem dar... pelos menos aprendam a receber!