sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Eu vou guardar cada lugar teu

Sei de cor cada lugar teu
atado em mim, a cada lugar meu
tento entender o rumo
que a vida nos faz tomar
tento esquecer a mágoa
guardar só o que é bom de guardar

Pensa em mim protege o que eu te dou
Eu penso em ti e dou-te o que de melhor eu sou
sem ter defesas que me façam falhar
nesse lugar mais dentro
onde só chega quem não tem medo de naufragar

Fica em mim que hoje o tempo dói
como se arrancassem tudo o que já foi
e até o que virá e até o que eu sonhei
diz-me que vais guardar e abraçar
tudo o que eu te dei

Mesmo que a vida mude os nossos sentidos
e o mundo nos leve pra longe de nós
e que um dia o tempo pareça perdido
e tudo se desfaça num gesto só

Eu Vou guardar cada lugar teu
ancorado em cada lugar meu
e hoje apenas isso me faz acreditar
que eu vou chegar contigo
onde só chega quem não tem medo de naufragar



Mafalda Veiga


"Eu vou guardar cada lugar teu... e hoje apenas isso me faz acreditar, que eu vou chegar contigo onde só chega quem não tem medo de naufragar!"

Poderia comentar cada uma das frases... Mas não o faço! Ou talvez faça. Todos os dias. A todas as horas. Guardo. Recordo. Comento em breves sussurros.


"Diz-me que vais guardar e abraçar tudo o que eu te dei (dou)"


6 comentários:

Storyteller disse...

Vou guardar tudo o que me dás.

Panda disse...

O meu nib é 0004360045628600099.
Não te coibas... farei uma boa gestão do que lá cair!!!!!!!!!!...........

Storyteller disse...

Caro Panda... ?????????????
Peço desculpa, mas não percebi. Devo estar a atravessar um período de lourice aguda...

Anónimo disse...

Eu até gosto do que a Mafalda Veiga escreve, mais do que daquilo que canta, mas discordo da última estrofe. para ser a sério teria que ser :
Eu Vou guardar cada lugar teu


ancorado em cada lugar meu


e hoje apenas isso me faz acreditar


que eu vou chegar contigo


onde só chega quem enfrenta o medo de naufragar

não ter medo é loucura, a vida a qualquer momento nos pode vivar a barca, enfrenta-lo é audácia e é caminho de realização.

Porque acredito no amor disse...

E quando a vida nos virar a barca, ter a capacidade, a coragem e, como dizes, a audácia de a colocar novamente no mar. Se acontecer que nos enganemos no destino... é altura de não ter medo de arriscar de novo! Será sinónimo de crescimento e enriquecimento!

Storyteller disse...

A vida é toda ela uma loucura. E nunca devemos ter medo de arriscar, porque muitas vezes ela traz-nos surpresas maravilhosas e completamente inesperadas. Arrisquemos, pois!