quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Ouve, ó Deus, porque sofremos?

" O mal moral é consequência do abuso que fazemos da liberdade. O homem não se distingue do animal somente porque é capaz de maior altruísmo, mas também porque é capaz de maior abjecção e da mais refinada crueldade. De facto, se formos sinceros, teremos que reconhecer que uma grande parte dos males que deploramos são fruto directo da vontade humana, e um observador alheio perguntar-nos-ia porque nos obstinamos em buscar os meios para nos torturarmos, empregando nisso um génio e tenacidade dignos da melhor causa.
alguns sofrimentos procedem da condição finita dos seres humanos e outros do mau uso que fazem da sua liberdade.
Deus não quer o mal, mas permite-o porque sabe que é uma consequência inevitável da criação."
Texto de Luis Gonzáles-Carvajal, Esta es nuestra fe.

2 comentários:

Storyteller disse...

O Homem é capaz do melhor e do pior. É capaz das maiores realizações e das maiores atrocidades. Infelizmente, tem uma capacidade enorme de canalizar todo o seu potencial para o mal, para a destruição dos seus semelhantes e, em última instância, para se destruir a si próprio.
Mas eu tenho esperança. Eu tenho esperança que Algo ilumine o Homem e lhe mostre o caminho da Harmonia.
Nunca deveremos perder a Esperança.

mama do raul disse...

Amiga, delicio-me a ler o teu blog, já te tinha dito?
Cada Post teu, aparece sempre na altura certa para mim...o Nosso Amigo bem sabe a que me refiro (e tu também)...
Como eu gostava que alguém o lesse também (principalmente esta mensagem em particular)
Amanha é sábado (a ver vamos, como escreveu a tua amiga Storyteller "nunca deveremos perder a esperança"...Amanha é sabado...